Decorated Grey Christmas Tree

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Deuses Americanos

A poucos dias de sair da prisão, Sombra é um homem que aspira apenas a desfrutar de alguma tranquilidade junto da sua mulher Laura. mas o destino prega-lhe nova partida e Laura morre num acidente de automóvel.

Sombra não tem mais nada, é obrigado a aceitar um emprego de um estranho, Quarta-feira. Mas este desconhecido era um deus antigo que está em vias de extinção, pois o povo já não o recorda, nem o festeja.

Sombra e Quarta- feira reunem o maior numero de divindades para se prepararem para o conflito final que será em breve.

Mais uma vez Gaiman consegue tranformar e distorcer a realidade tornando-a numa história Fantástica. Com alusões a vários deuses da mitologia antiga, (agora personificados) , o autor escreve e descreve os seus percursos em terras americanas.

Mais uma leitura Excelente, a não perder.

sábado, 27 de setembro de 2014

Legend




Legend, é sobre uma possível catástrofe natural que destrói os E.U.A. De um lado temos A República, (onde se concentram os orgãos do poder e militar), do outro As Colónias, que pretendem unificar o outrora E.U.A. , também chamados de Patriotas e inimigos mortais da República.

A República faz um trial a todas as crianças que atingem os 10 anos de idade. Pela pontuação conseguida nas provas,  são colocados nos diversoa sectores. Os mais desfavorecidos ocupam sempre os piores postos de trabalho, os mais ricos têm sempre um lugar no orgãos de poder ou militar.


June Iparis, irmã de Metias, tem 15 anos e atingiu uma média Brilhante 1500 pontos. Metias é comandante militar, e numa das habituais rusgas à cidade é morto por um 'arruaceiro' chamado Day, que não consta da base de dados da República, é um 'Fantasma'. June fica arrasada pois não tem mais familiares, e jura vingança. É promovida a capitão e vai para as ruas, fazendo-se passar por foragida,  encontra Day.


Mas o destino prega-lhe uma partida , Day tem 16 anos e é um lindo rapaz louro de olhos azuis, June acha-o o rapaz mais bonito do mundo, mas não se esquece que ele matou o irmão...


Prepara-lhe uma armadilha e a República prende-o....mas June não acredita que Day seja capaz de matar, a ficha dele mostra que é arruaceiro, mas nunca matou ninguém. June olha para as fotos da morte do irmão e vê algo estranho que iliba Day.


Mas é demasiado tarde, o jovem está preso e foi condenado à morte....será que June tem um plano para o salvar???

Leitura fraca, tem logo de início uma cena muito chocante, uma mulher mata a sangue frio a mãe de Day, no 3º livro ele fica com a responsável pela mulher que assassinou a sua mãe. Não dou pontuação de tão mau que foi o livro.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

The High Lord

Tenho que ser justa, foi muito bom, a autora fechou a trilogia com chave de platina. Sonea a rapariga das slums continua a sua aprendizagem, Akkarin o Highlord e diretor da Guilda dos Magos, vê que ela tem uma força superior à dos outros, faz dela sua aprendiza, e inicia-a na Magia Negra.

Os seus outros mestres ficam muito apreensivos e investigam Akkarin, este presta contas à Guilda e diz que foi o resposável por alguns assassínios..a guilda expulsa Akkarin e Sonea.

Por outro lado temos um grupo de magos poderosos os Itchani, que só se dedicam à magia negra, querem destruir a Guilda, mas o Highlord não disse a ninguém pensando que os podia matar... mas não conseguiu, no seu exílio Akkarin e Sonea tornam-se amantes. Akkarin revela a verdade a Sonea, ele era um pobre escravo que matou o dono e iniciou-se na magia negra. Agora tudo faz sentido, agora sabe-se o porquê da perseguição dos magos negros.

Os magos negros preparam-se para o ataque à Guilda e à cidade de Imardin. Este último livro tem muita ação, não se passa Dentro de uma Universidade tal como os dois primeiros. Aqui os magos lutam e a autora descreve com pormenor as lutas de magia. Uma grande leitura, quem diria???

domingo, 21 de setembro de 2014

Burn - Trilogia Pures

Fechando com chave de ouro esta trilogia, a autora recomeça a aventura (ou desventura) com os  três jovens mutantes que chegaram a Newgrange , na Irlanda. Ali  foram também feitas experiências genéticas com humanos e animais. Foram criados outros horrores, mortos trazidos para a vida... 

Os três partem outra vez para os E.U. levando consigo uma arma genética, destinada a destruir a Cúpula e os Puros. Partridge,  matou o pai, mas foi manipulado, está agora no poder, é um fraco, um garoto mimado que não sabe fazer nada, deita tudo a perder...


Os conflitos continuam, a Cúpula tem agora jovens clones com armas embutidas no corpo, mas estes jovens soldados não têm treino, são presa fácil para os mutantes, que se organizam para o derradeiro conflito....


Foi uma grande leitura, aprendi muito sobre nanotecnologia e armas biológicas, a autora é bastante específica, vê-se que pesquisou muito sobre o assunto. O fim foi triste, mas necessário, os pares amorosos do início, ficaram no fim todos trocados (achei excelente) pois a vida é mesmo assim, nunca nada é como queremos. Isto mostra grande maturidade da autora, que não se fica com a básica; rapariga conhece rapaz e vivem felizes para sempre.

Além desta realidade , há também a mensagem da autora que eu interpreto da seguinte maneira: poder é poder, seja 'democrata' ou 'fascista', nunca é para ajudar a Humanidade.


sexta-feira, 19 de setembro de 2014

The Merciless

Estou sem palavras....tive de ir à farmácia comprar um calmante. O livro é horrívelmente BOM. Dan Simmons, Stephen King e por aí fora, escreveram histórias de amor, comparados com este livro.

Para quem viu o Exorcista, Poltergeist, Audrey Rose, Terror em Elm Street, etc, não viu nada que se compare com este livro.

Passa-se com 5 adolescentes, no estado do Mississipi. Sofia chega à nova escola e tenta integrar-se com os colegas, para seu espanto uma das jovens 'adopta-a' no seu grupo. a primeira parte do livro é quase patética, dá-nos a conhecer os jovens da escola e como se relacionam (só para nos despistar ainda mais). 


Uma delas diz a Sofia que precisam de fazer um exorcismo, pois há uma rapariga que tem o diabo no corpo, depois disto leiam vocês que não consigo dizer mais nada.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

The Novice

A continuação de 'Magician's Guild', não traz nenhuma alteração à monotonia do livro. A jovem das slums, inicia a sua aprendizagem na guilda dos mágicos, mas o leitor não sabe o que ela aprende. Como vem do povo, Sonea é marginalizada pelos outros aprendizes,ou seja é vítima de bullying.
Os outros mágicos levam a cabo uma investigação do mago Mestre, Akkarin, pois acreditam que ele pratica magia negra. 
A cidade onde Sonea vivia não é sequer mencionada, não sabemos o que foi feito dos seus familiares e amigos, e mais importante não se sabe como ela tinha magia no sangue, uma vez que é hereditário e os pais eram  de origem humilde  não possuindo qualquer tipo de magia.
A obra está mal estruturada, não dá continuação ao livro anterior,mais parece uma tentativa POBRE de imitação de Harry Potter, no que respeita à escola dos ditos mágicos, e de um tal assassino que alegadamente matou uma pessoa (a escritora, não dá pormenores) e ninguém sabe quem é. 
Como já referi, o leitor não sabe como são as aulas ou o que lá aprendem. A autora só salienta as partidas que fazem a Sonea, e as conversas da investigação de Akkarin.
Vou ler o último para ver até onde a mediocridade dos ditos 'escritores' se estende, pois se não houvessem livros péssimos, não os podíamos comparar com os excelentes.
Nem dou classificação. Ah , os mágicos já tinham impressoras :(

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O Pintassilgo - The Gold Finch


Este livro, muito diferente da literatura Fantástica que tenho lido últimamente, foi muito bom. Apesar das suas quase 900 páginas, a leitura é tão 'suave' que não damos pelo tempo passar. A escritora consegue manter o leitor sempre na espectativa, pois a vida de Theo muda a cada página que viramos.

Como já devem ter lido na sinopse, este livro conta a vida de Theo, um jovem de 13 anos que vive com a mãe em Manhattan . Desde cedo que Theo tinha comportamentos menos 'dignos' digamos, pois durante as férias da escola o jovem dedicava-se ao roubo, bebida e consumo de drogas.

O Director da escola, decide convocar a mãe de Theo para lhe dar a conhecer alguns factos da vida do jovem. Mas nunca chegou a fazê-lo, pois nesse dia fatal, mãe e filho  entraram no Metropolitan para se abrigarem da chuva e a bomba explodiu.

No meio dos destroços Theo conhece um idoso que lhe dá um anel, e diz-lhe para 'levar' um pequeno quadro que se encontra intacto nos destroços, dá-lhe também um nome, do que parece ser de uma firma depois tudo fica cheio de fumo e Theo sai do museu...

Sem ninguém, dirige-se ao hospital, a assitência social toma conta do caso e Theo fica  na casa do seu amigo de infância Andy Barbour. A estadia aqui iria ser mais uma pequena etapa na vida de Theo, pois alguém o vem buscar...o Pai que tinha desaparecido da vida dele e da mãe, decidiu levá-lo consigo para las Vegas..

É uma grande leitura sem dúvida,muito bem escrito e bem estruturado. Valeu o prémio que lhe foi atribuído.

sábado, 13 de setembro de 2014

Magicians's Guild

Este 1º livro da trilogia, conta a história de Sonea, uma jovem que vive nas ruas de Imardin. Como todos os pobres da zona Sonea detesta as 'autoridades' e a guilda dos magos. Quando estes se preparam para a purga anual, Sonea atira uma pedra contra o escudo invisível dos magos.

A pedra fura o escudo, logo existe um mago sem treino à solta nas ruas.Inicia-se então uma busca aos bairros de Imardin para tentar encontrar a jovem. Depois de muitas buscas é finalmente encontrada.

Inicialmente recusa-se a aprender o que quer que seja, pois pensa que os magos são servos do mal. Com o passar do tempo vê que não é assim, eles realmente preocupam-se com ela e tentam ajudar. Sonea é assim iniciada nas artes mágicas da Guilda.

Não me vou alongar mais , pois o livro é um pouco aborrecido, muito diálogo e pouca ação. Lê-se bem. Eu daria 3 estrelas ?!!!

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Neverwhere

Este livro conta a história de Richard Mayhew, um escocês que decide ir para Londres trabalhar.Tem a vida organizada e casamento à vista com  a sua linda noiva Jessica. Numa noite em que os noivos iriam jantar com o Patrão de Jessica, Richard vê uma jovem vagabunda gravemente ferida estendida no chão. Jessica não quer dar assistência, afirmando que alguém chamará uma ambulância, mas Richard não pensa assim e fica com a jovem. Jessica não gosta e diz que está tudo acabado.
A jovem pede a Richard que não chame ninguém, que a leve para casa dele, que os ferimentos parecem mais graves do que são e que ele só precisa de descanso. O escocês assim faz, leva-a para o seu apartamento....
Depois disto Richard vê-se numa outra Londres, onde ninguém o vê, onde tudo é e não é , Lady Door (a jovem com aspecto de um elfo) leva-o para Londres de Baixo, aqui, vão viver uma aventura alucinante e tenebrosa, ao estilo de Gaiman, com personagens inesquecíveis. 
Mais uma obra-prima de Neil Gaiman. Que posso dizer??? 10 estrelas

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Fuse


Partridge está fora da Cúpula, tendo-se juntado à sua meia irmã Pressia, e aos outros jovens mutantes, Bradwell e El Capitan. O seu Pai, o génio que exterminou a civilização, não se conforma e faz represálias, bombas em forma de aranha, que se cravam nos mutantes e explodem se as tentarem retirar. 

Lyda, (por quem Partridge está apaixonado) é mandada para fora da Cúpula, para o atrair, mas Lyda ama Partridge e junta-se à força rebelde dos jovens mutantes.
O que fazer?? Os jovens têm na sua posse várias caixas negras com informações holográficas do mundo presente, mas uma das caixas tem a fórmula para a cura dos mutantes e assim o começo de uma nova civilização, mas essa informação não se encontra no território dos E.U.A., a última caixa robot, mostra os hologramas de uma outra Cúpula da antiguidade...Newgrange ( ehehe mitologia Celta), na Irlanda....

As represálias tornam-se doentias, são levadas para a Cúpula crianças mutantes, que são genéticamente modificadas (codificadas) tornadas Puras e mandadas para fora dela com mensagens ameaçadoras para os rebeldes. A codificação dos moradores da Cúpula tem duração, e quem se submeteu a vários tipos de codificação está agora a morrer. É tempo de Partridge voltar, de tentar deter o seu Pai e acabar com a guerra. Chama Lyda para ir com ele, mas Lyda não pode ....está grávida, mas nada diz, Partridge volta sozinho...

Entretanto os outros rebeldes mutantes encontram um avião, será que conseguem chegar à Irlanda???

A história tem muita ação, o mundo fora da Cúpula está cheio de perigos, pois os animais também se transformaram em criaturas horrendas e mortíferas, os combates são permanentes, entres as forças especiais, os Basement Boys, as Mães os OCR, tudo isto são grupos rebeldes em constante combate. Excelente leitura, melhor que Hunger Games IMO.

Druids

Já li este livro há algum tempo, mas decidi dar a minha opinião, pois os fãs de J. Marillier têm uma ideia errada, digamos, de como eram realmente os druidas.

A ação deste livro tem lugar no tempo da conquista romana, é portanto um Histórico, e é através dos romanos que a europa de hoje, sabe como viviam as tribos Celtas antes da conquista (porquê o nome  celta se naquele tempo não havia escrita?!!!).

O jovem orfão, Ainvar, foi levado pelo chefe druida da Gália, pois reunia as condições necessárias para fazer parte da ordem. Por acasos do destino, o seu melhor amigo era o príncipe Vercingetorix, que como sabem foi capturado pelos romanos e arrastado nas ruas de Roma. As tribos que habitavam na europa, eram tribos bárbaras, pois não tinham nada, as casas eram casebres, onde todos viviam como animais, não havia castelos nem fortalezas nem nenhuma construção em pedra.

O jovem Ainvar, torna-se poderoso nas artes de curar, prever o futuro e especialmente em estratégia de combate, mas mesmo assim, os romanos arrasaram por completo aquelas tribos.Ainvar tinha 3 mulheres, sendo uma delas a mulher de Vercingetorix, pois o principe tinha-lhe pedido para ficar com ela caso algo lhe acontecesse. 

Ainvar, vivia na actual Inglaterra, pertencia à tribo dos Carnutes e assumiu muito jovem o papel de Chief Druid, pois o seu velho mestre foi morto pelos romanos.
Perante a ameça romana, Ainvar e a sua tribo decide fugir para a Irlanda, levando consigo a célebre druida Dian Cet.

As descrições históricas e o mundo antes da conquista romana, são aqui retratados com rigor e precisão, assim como os horrores das torturas romanas. A figura do druida  não é a de um ser 'mágico', mas sim de um homem normal que tinha 3 mulheres e vários filhos. O livro está muito bem escrito e a história é arrebatadora. Muito Bom.
 

sábado, 6 de setembro de 2014

Puros

Mais uma vez, temos um cenário pós-apocalíptico. Após as Detonações, os sobreviventes são seres disformes, parte humanos , parte animal, parte objecto. Sobrevivem nos escombros duma antiga'cidade', agora  coberta de cinza.

Ali perto na Cúpula, vivem os Puros, os que permanecem com os corpos intactos. Pois neste novo mundo só haveria lugar para os fortes e capazes, o planeta estava sobre-povoado e foi necessário fazer uma 'limpeza'.

 Pressia Belze é uma das mutantes,tem 16 anos e tenta fugir às milícias que a querem apanhar, Partridge  um Puro que foge da Cúpula, quer encontrar a Mãe que se encontra escondida algures num bunker debaixo da terra. Os caminhos destes jovens vão-se cruzar neste cenário horrível e desvastador.

Mas tudo isto foi 'preparado', a fuga de Partridge e a persequição de Pressia...porquê?
Uma Excelente leitura, com pormenores científicos notáveis, descrições pormenorizadas e detalhadas (horríveis e dantescas) dos mutantes, e das armas genéticas que foram utilizadas. A Não perder!!



quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Os Filhos de Anansi

Este livro conta a história de Charlie Gordo, que sem saber é filho de um Deus africano Anansi.Tudo é normal na vida de Charlie, até quando deixa de ser. 

Charlie vai casar com Rosie, é feliz, vive e trabalha em Londres, mas de repente descobre que tem um irmão , esse irmão é Spider,  é perfeito, tira-lhe Rosie. Spider também é um Deus....

Mais uma aventura bizarra, hilariante e alucinante, que nos leva a locais mágicos e tenebrosos, a lendas e mitos há muito esquecidos, e tudo se resolve com uma canção. 

É  muito difícil fazer a sinopse de uma obra de Neil Gaiman, pois o cenário muda a cada página, e o fim é sempre uma surpresa. As cenas bizarras e excecionalmente descritas são uma constante do escritor. Magníficamente escrito e descrito, com um tema desconcertante e brilhante. É uma leitura (no mínimo) Exquisite