Rainbow Pinwheel Pointer

quinta-feira, 21 de maio de 2015

A Espada de Shannara

Depois das Grandes Guerras do Passado, o mundo foi destruído. O meio elfo Shea Ohmsford, herdeiro da casa de Shannara, sem o saber, é a única alternativa para salvar o mundo da ameaça do Lorde Feiticeiro. Depois da visita de Allanon, a vida de Shea e do seu meio-irmão Flick muda completamente. 

Iniciam assim uma viagem através do mundo, em busca da espada mágica de Shannara, a eles juntam-se uns quantos anões, dois elfos da casa Evandine e alguns humanos. 

Um livro que não traz nada de original, pareceu-me que estava a reler um parente pobre do Hobbit. Uma estrutura básica, um vocabulário desadequado para um épico,com frases como : 'anos-luz'...então no tempo dos elfos já sabiam a velocidade da luz??? A narrativa é muito muito aborrecida, pois mais de metade do livro é a viagem dos personagens através das terras, onde nada ou pouco acontece.
O objetivo da história é revelado logo de início, e até no título do livro, ou seja; deitar a mão à espada mágica, portanto o factor suspense ficou na gaveta do autor.
O desenvolvimento da história é lento quase nulo, assim como o dos personagens, no entanto, algumas passagens e a forma simples da escrita são agradáveia de ler. 
2.50 estrelas.

2 comentários:

  1. Ois,

    Pelo que sei tem semelhanças com Tolkien, pena não teres gostado, devo ler em breve vamos ver como me corre :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. é uma seca, no entanto é agradável de ler, a história é que não é original, e não há personagen femininos, lá para o fim aparece uma...isto foi porque o autor se lembrou de que n havia nenhuma

    bjos

    ResponderEliminar