Sun 3

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A Rapariga que Roubava Livros


Liesel Meminger, foi entregue a uma família de acolhimente durante a 2º guerra mundial. Os nazis tinham-lhe levado o pai  por ser comunista, e a mãe não tinha possibilidades de a sustentar a ela e ao irmão mais novo. 

Liesel começa assim a sua nova vida com a família de acolhimente. Gosta de roubar ...livros, e isso salva-lhe a vida. O narrador é a Morte, inédito sem dúvida, que nos dá um panorama do sofrimento do povo alemão, especialmente os que faziam frente aos nazis.


Gostei muito desta leitura, foi magnífica, levei mais tempo a ler, pois li, reli, andei para a frente, para trás, foi fabulosa. Muito bem estruturada e fundamentada, leva-me a crer que foi baseada num caso verídico. É no entanto um livro pesado, pois os horrores de hitler, nunca poderão ser outra coisa. Fiquei impressionada, com todo aquele sofrimento, a maneira como a Morte torna tudo simples e 'bonito', é de facto um livro Fabuloso. Mais um autor que vou seguir.

Sem comentários:

Publicar um comentário