Sun 3

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Sete Minutos Depois da Meia-Noite

Conor é uma criança de 13 anos, vive com a sua mãe que está gravemente doente com cancro. É então, que um estranho 'monstro' o  começa a visitar todas as noites. A mãe vai piorando, e a avó vem morar com eles temporariamente, o que para Conor é um desastre. 

Uma excelente leitura sem dúvida, o autor inteirou-se bem da situação e maneira de reagir do jovem Conor, pois quando a vida da nossa mãe está a terminar é exatamente assim que se reage, é exatamente assim que a pessoa se sente, é exatamente assim que julgamos que a culpa é nossa, pois achamos que poderíamos ter feito mais.
A escrita é simples, sem uma única descrição, e focada somente em Conor e no 'monstro'. Não fiquei deslumbrada, mas gostei bastante da maneira como o autor conduziu a narrativa. A história é basicamente 'psicológica', pois Conor está em negação , por isso é visitado pelo tal 'monstro'.
O final não foi surpresa, assim como também não houve ponto 'alto' na história. De qualquer maneira, gostei muito, achei que o autor tratou o assunto com o devido 'respeito' ao contrário de João Verde, que fez d' A culpa é das Estrelas, uma 'palhaçada' desrespeitosa a todas as vítimas de cancro e respetivas famílias.
Daria 4 estrelas.

3 comentários:

  1. Olá,

    mais um livro que deve ser muito bom,

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá,

    outro livro que deve ser bom!

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito, a narrativa foi muito bem conduzida e as imagens são lindas

    Um livro que enriquece a nossa estante

    Bjos

    ResponderEliminar