Rainbow Pinwheel Pointer

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

As Gémeas do Gelo

O casal Moorcraft (Sarah e Angus) está de luto, uma das suas gémeas de 7 anos de idade caiu de uma varanda relativamente baixa e morreu. Estão desvastados, só há uma coisa a fazer, vender a casa de Londres  e ir para a Escócia, para a casa na ilha de Torren, casa e ilha foram deixadas pela avó de Angus. Mas a ida para a ilha, não corre nada bem, Kirstie diz que não é Kirstie, ela é afinal Lydia, a outra gémea, mas pior ainda, os pais não as conseguiam distinguir em vida, agora que uma delas morreu, o casal não sabe qual das gémeas é a sobrevivente. Kristie fala com Lydia, diz que ela está sempre presente, na nova escola não é aceite, pais , alunos e professores não a querem lá, não querem a 'aberração' que fala com fantasmas.... 

Uma excelente leitura, o autor conseguiu (não sei como) transmitir a aflição dos pais quando perdem um filho, a aflição de uma gémea quando perde a irmã, o leitor entra literalmente no livro. O clima de suspense é constante, não há momentos parados, é uma história macabra e viciante. O leitor tem que estar atento, pois a narrativa alterna entre Sarah ( a mãe) e o narrador (autor). O leitor sente o horror daqueles pais, e da criança que ficou sem a sua 'metade'. Uma aventura pelos meandros dos sentimentos humanos, pela mentira, pela traição, pela morte, pelo sobrenatural.Como se isto não bastasse, o pano de fundo é uma ilha escocesa remota, fria, cinzenta, deserta e por isto também bela. 5 estrelas pois não posso dar mais

4 comentários: