Rainbow Pinwheel Pointer

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

The Vanishing Witch

 Inglaterra 1359
A viúva Catlin chegou com os seus dois filhos e criada a Lincoln, herdou bens do falecido marido e procura Robert of Bassingham, um mercador rico, para a aconselhar a investir.Robert fica logo embeiçado pela alegre viúva, chegando a esquecer-se da sua própria mulher e filhos. Catlin tem já cerca de 40 anos, não é uma beleza, mas tem o poder da sedução e da simpatia. Edith , esposa de Robert, adoece entretanto, e aí o mercador leva Catlin e os filhos desta para dentro da sua própria casa. A partir daqui, a vida de Robert começa a andar para trás, a morte e a bruxaria, têm agora uma palavra dentro da sua casa, as mortes macabras sucedem-se. Beata, a criada da casa e conselheira da falecida  Edith, não gosta de Catlin, e gosta ainda menos dos filhos desta, Leonia é estranha, tem 13 anos mas é bizarra, Edward tem mais de vinte e é um inútil.

Entretanto Guntar, um dos barqueiros de Robert, transporta dentro do seu bote, um frade misterioso e desfigurado, parece a morte, está todo retalhado. Guntar vive com a mulher e 3 filhos na margem do rio, vivem em extrema pobreza. Porém os emissários de Ricardo III, avisaram o povo de que os impostos iriam aumentar.

Uma excelente leitura, sem dúvida, um thriller medieval passado no reinado de Ricardo III. O livro está excecionalmente bem estruturado, a história é fabulosa, pois cada página virada é uma surpresa, e o suspense não só aumenta, como é uma constante até à última página. Tenho a salientar que um dos narradores é..um fantasma. Aprende-se imenso, a escrita é de grande qualidade e viciante, a trama é de tirar o fôlego. 5 estrelas (ou mais)

Sem comentários:

Enviar um comentário