Rainbow Pinwheel Pointer

quinta-feira, 10 de março de 2016

Truthwitch

Safiya e Iseult vivem uma vida livre e sem preocupações, tendo já juntado algum dinheiro para comprarem um pequeno espaço, Safi decide ir jogar para ganhar o restante. Mas as coisas correm mal, Safi é uma truthwitch, ninguém a pode enganar, mas pelos vistos o azar ao jogo deixou-a sem dinheiro. Ela e Iseult têm um plano para reaver o lute perdido, mas as coisas correm mal, muito mal e de um momento para o outro as duas irmãs de 'aura' veem-se em fuga, perseguidas por tudo e por todos e com um futuro nada promissor...Safi é perseguida por Aeduan, um bruxo de sangue.

A sinopse é fraquinha, mas eu fiz de propósito, pois dizer mais que isto é spoiler. Posso dizer, que o mundo criado é regido pela magia, pelas diversas  categorias de bruxos e mágicos. A escrita e a história são viciantes, tal como o Trono de Video, os personagens são fascinantes e muitíssimo bem descritos. A obra está  bem estruturada, culminando com um cliff hanger. A escrita é inteligente e cuidada, mantendo sempre o leitor em suspense, com twists variados e muito inesperados, a autora contradiz assim o acontecimento 'previsível', o que é bem conseguido e deixando o leitor à beira de um ataque de nervos. O mundo fantástico poderia ter mais pormenor do que diz respeito às paisagens , ao modo de vida do povo que não tem magia. A escritora deu primazia ao pormenor físico e sentimental, o que funcionou bastante bem. Quanto ao triângulo amoroso...Não Existe. Ocorreu um pequeníssimo flirt entre Safi e o principe Merik, mas nada de especial. A personagem Iseult permanece um mistério,pois sendo uma thredwitch, não possui qualquer poder...aparentemente. 4.70 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário